Ligações perigosas

– Alô.

– Oi querida.

– Que voz é essa?

– A minha, ora.

– Eu me refiro ao tom da sua voz.

– Não gostou do tom?

– Parece sombrio…

– Você acha?

– Acho. Aconteceu alguma coisa?

– Você sabe…

– Sei?

– Querida, não se faça de desentendida.

– Quando você me chama de “querida”…

– Tá bom, não te chamo de querida.

– Mas afinal, o que é que eu sei que você não quer me falar?

– Então você confessa que sabe?

– Confessar o que? Você está me deixando confusa…

– Eu sempre confiei em você, sempre te dei toda a liberdade do mundo.

– Mais ou menos… às vezes você é meio autoritário.

– Eu autoritário?

– É!

– Você está tentando desviar o assunto…

– Mas que assunto?

– Eu jamais esperava isso de você.

– Agora você está me deixando nervosa.

– Por que nervosa? Quem não deve não teme…

– Eu não devo nada!

– Tem certeza?

– Claro que tenho!

– Depois de tanto tempo junto…

– Deixa de ser exagerado, seis meses nem é tanto tempo assim.

– Como assim seis meses?

– Ué, nós namoramos há seis meses, esqueceu? Tudo bem que a gente saiu algumas vezes antes, mas foi sem compromisso, não conta.

– Acho que está havendo algum engano.

– Como assim, engano? Você anda bebendo, Adalberto?

– Meu nome não é Adalberto.

– Humm… Que número o senhor discou?

– 3529-4463.

– Poxa, caiu errado, aqui é 4436.

– Me desculpe. Felicidades com o Adalberto.

– E você tenha mais paciência com a sua….

– Esposa.

– Isso, esposa. E quando quiser conversar com uma amiga, desabafar, não se esqueça, o meu é 4436! Anotou? 4436!

 

***

 

– Que voz… eu tinha certeza que não era o Adalberto!

 

Anúncios

11 Respostas to “Ligações perigosas”

  1. kkkkk
    Muito bom, muito bom mesmo! hahaha
    As pessoas estão tao preparadas a discussão que já discutem sem emsmo terem certeza mesmo quem são

  2. Eduardo Santos Says:

    Rapaz, hilário! E o pior é que eu já passei por uma situação semelhante!

    Impressionante como você consegue retratar bem essas cenas do cotidiano.

  3. Ótima! Fico imaginando de acontece alguma coisa pior antes de identificar o engano… E o cara, hein? Já tava prontinho para o ataque… Ou então, já estava acostumado às paranóias da mulher!

    beijos

  4. Muito bom, David. Cenas do cotidiano com uma ótima dose de humor. Qualidade garantida.
    Abraço

  5. hehehehe, que situação, bom pelo menos ganhou uma amiga!
    Bom blog, parabéns!

    http://www.entaofudeu.blogspot.com

  6. Ligação perigosa mesmo.
    Chordelos de Laclos apreciaria…

  7. Há. Mesmo quem nunca traiu está psicologicamente pronto para aceitar a situação…

  8. Muito bom!

    É bem assim, rss…

    Passa lá no meu blog, tem um mimo para você.

    Beijos e Boa semana!

  9. muito legal! parabens!
    mas no fim ele ganhou uma amiga, e ja sabe o telefone dela de cor!
    hihi!
    bjo

  10. rsss.adorei o engano!rs

    beijo

  11. NOssa, David, muito bom. Gostei, e gosto da fluência desses diálogos, da forma leve como transcorrem. Espaço tão bom esse aqui. De coisas tantas a se pensar, a sorrir, a lembrar. Abraços;

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: